NOTA OFICIAL

Prefeitura da Vitória de Santo Antão

O GOVERNO MUNICIPAL, ATRAVÉS DA SUA SECRETARIA DE GOVERNO E ARTICULAÇÃO POLÍTICA INFORMA, QUE A POSIÇÃO DOS SINDICATOS, SINDPROV E SINDIVISA MANIFESTADA ATRAVÉS DO OFÍCIO N° 61/2017 E VEICULADA ATRAVÉS DE CARRO DE SOM E OUTRAS MÍDIAS, NÃO CORRESPONDEM A VERDADE DOS FATOS, TRADUZINDO-SE EM FLAGRANTE CONTRADIÇÃO COM O DIÁLOGO QUE VEM SENDO COLETIVAMENTE CONSTRUÍDO, DESDE O INÍCIO DA GESTÃO.

1. CONVÉM RESSALTAR QUE EM JANEIRO DESTE ANO, NÓS DIALOGAMOS COM OS SINDICATOS, COM A PARTICIPAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO E CONSTRUIMOS UM ACORDO PARA O PAGAMENTO PARCELADO DOS SALÁRIOS ATRASADOS DE DEZEMBRO DE 2016. O COMPROMISSO FOI HONRADO ANTES DO PRAZO ACORDADO, COM O PAGAMENTO INTEGRAL DOS VALORES DEVIDO AOS SERVIDORES.

2. A DISPOSIÇÃO DO GOVERNO EM DIALOGAR É PERMANENTE, APROVAMOS NA CÂMARA DE VEREADORES NA SESSÃO PLENÁRIA DA ÚLTIMA SEXTA-FEIRA, DIA 04 DESTE MÊS, OS PROJETOS DE REAJUSTE SALARIAL PARA TODAS AS CATEGORIAS, EM PERCENTUAIS NEGOCIADOS E ACEITOS PELOS SINDICATOS.

3. EM RELAÇÃO AO VITÓRIA PREV, O TESOURO MUNICIPAL APORTA MENSALMENTE MAIS DE UM MILHÃO DE REAIS PARA EVITAR O ATRASO NO PAGAMENTO DE SEUS APOSENTADOS E PENSIONISTAS. O VITÓRIA PREV SE MOSTRA DEFICITÁRIO, SITUAÇÃO CONHECIDA DE SERVIDORES E SINDICATOS. NO ENTANTO, NÃO HÁ POR PARTE DO GOVERNO QUALQUER ENCAMINHAMENTO DE PROJETO DE LEI A CÂMARA DISPONDO SOBRE A MATÉRIA, PARA ESTA INICIATIVA OS SERVIDORES SERÃO CHAMADOS A PARTICIPAR DA CONSTRUÇÃO DE UMA PROPOSTA QUE VIABILIZE O FUNDO PREVIDENCIÁRIO.

4. RELATIVAMENTE A PAUTA DA REUNIÃO ENTRE VEREADORES, PREFEITO E ASSESSORES, TRATOU-SE SOBRE A NOVA REDAÇÃO E ADEQUAÇÕES PROMOVIDAS NOS PROJETOS POR SOLICITAÇÃO DA ASSESSORIA JURÍDICA DOS PRÓPRIOS SINDICATOS, NÃO HAVENDO POR PARTE DO CHEFE DO EXECUTIVO QUALQUER EXIGENCIA SOBRE A DELIBERAÇÃO DOS MESMOS.

POR DERRADEIRO, RECONHECEMOS A LUTA DOS TRABALHADORES PELOS SEUS DIREITOS E RENOVAMOS NOSSOS COMPROMISSOS EM DIALOGAR SEMPRE COM TODAS AS CATEGORIAS, CONSTRUINDO UMA RELAÇÃO SÓLIDA, DURADOURA E RESPEITOSA.

SEGOV, 07 DE AGOSTO DE 2017.