Nota oficial sobre a greve decretada por parte dos professores municipais, através do sindicato da categoria, Sindprov

A Prefeitura da Vitória de Santo Antão, através da Secretaria de Educação, vem a público esclarecer aos pais, alunos e população em geral sobre a greve deflagrada por parte dos professores municipais através do sindicato da categoria, o SINDPROV.

O município entende que as alegações para a greve não correspondem a realidade e acontece em momento inoportuno para a educação, justo agora em que os alunos estavam voltando às aulas presenciais e os pais poderiam trabalhar tranquilos, depois de dois anos sem aulas presenciais por conta da pandemia, frustrando a expectativa desses pais e de milhares de estudantes.

O aumento de 15% nos salários proposto pelo município aos profissionais da educação, ativos, aposentados e pensionistas, eleva para 89,06% o limite de gastos estabelecido pela lei do FUNDEB, que determina que os municípios gastem 70% com os salários dos professores. Atualmente, Vitória já gasta cerca de 81%, visto que o nosso município é um dos poucos do Estado que já pagava salários acima do piso nacional.

Se a Prefeitura atendesse a reivindicação de 33,24% de aumento salarial, como deseja parte dos professores e o sindicato, Vitória consumiria muito mais de 100% dos repasses do FUNDEB só para pagar salários, não sobrando nada dessas verbas para transporte, compra de equipamentos e recuperação de escolas, que há muitos anos estão em situação precária.

Diferente do que se via em outros tempos, a Prefeitura da Vitória sempre esteve aberta ao diálogo, recuperou direitos dos professores que tinham sido retirados e tem utilizado sempre da transparência e respeito para com a classe.

O município já acionou as vias jurídicas para que junto à justiça comprove a ilegalidade da greve e aguarda uma resposta urgente para que tudo se normalize e os nossos alunos e pais possam finalmente comemorar a volta às aulas, podendo recuperar o tempo perdido, depois de tanta aflição que já tivemos com o isolamento social por que todos passamos.

O momento não é de política partidária, mas de pensar em um futuro melhor para nossas crianças e a nossa cidade… e a educação nos dá esse caminho.

 

Prefeitura da Vitória de Santo Antão, Secretaria de Educação

Skip to content